Thursday, December 27, 2007

Lars Larsson



No site do Gema:
Arte e Pedra, de Lars Larsson

Friday, December 21, 2007

Thursday, December 13, 2007

Megalitismo alentejano contemporâneo




Na feira de antiguidades de Estremoz, todos os sábados de manhã, é possível ver um fazedor de placas de xisto do Séc. XXI - o Sr. Filipe dos Santos Rosado, um velho conhecido do Prof. Jorge Oliveira...

the hidden faces of the stones


Habitat do Reguengo, Coudelaria de Alter, Alter do Chão.

Wednesday, November 14, 2007

Blog: Dolmenes y megalitos del mundo



Cromlech africano de Msoura em
http://dolmenes.blogspot.com/2007/04/cromlech-africano-de-msoura.html

Saturday, October 27, 2007

Domestic megaliths







In the neolithic settlement of Murteiras, south of Évora.
Close to an outstanding granit outcrop, with a small natural shelter, was unearthed a curious structure, made with "proto-megalithic" blocks.

Friday, October 19, 2007

Novo Blog



'Construção do Passado' em http://megapast.blogspot.com/
da responsabilidade de Rui Mataloto.

Friday, October 05, 2007

Viagem ao mundo da arte pré-histórica

Continuando a nossa viagem pelo mundo da arte pré-histórica
(ver http://sesimbrar.blogspot.com/2007/09/viagem-ao-centro-da-terra.html), visitámos agora, na área de Castellón (Espanha), o barranco de Valltorta.



Barranco de Valltorta


Cueva del Civil


O guia, Santi, explicando as pinturas da Cueva.






O Museu de Valltorta










Reprodução, numa das salas, de uma parede da Cueva dels Cavalls.








E também a arte de períodos posteriores...

Thursday, October 04, 2007

Um dia na Pré-História



Veja as imagens aqui

Friday, September 21, 2007

Chris Scarre



Está já disponível no site do Gema o texto de Chris Scarre - Monumentos de Pedra 'Rude' e Pedras Troféu.

Wednesday, August 15, 2007

Blogs de Verão

No Verão, os blogs vão para o campo...


Clique na imagem

Wednesday, June 20, 2007

Circulos

Alto de S. Bento (Évora)


O Pedro Branco, guardião do santuário geológico do Alto de S. Bento, enviou-nos imagens de mais círculos, nas imediações dos moinhos: restos de mós reutilizadas num empedrado - memórias de tempos relativamente recentes - e um interessante esboço de pia circular, mais duas possíveis pias "disfarçadas" pelas ervas...

Quanto mais se olha...



Fragmentos de mós reutilizados


Possíveis pias integradas na paisagem


Esboço de pia?

Wednesday, June 13, 2007

Salvem o Porro, porra! Parte III

Novas imagens e informações sobre o povoado Neolítico do Porro (Évora) e o seu processo de destruição, actualmente em curso, a "bulldozer e dinamite", na pedreira do Monte das Flores.

Ver primeiro: * Salvem o Porro, porra! Parte I e Parte II

O afloramento do Porro. A poucas dezenas de metros encontra-se a nova frente de trabalhos da pedreira, daqui, apenas visível pela "barreira de terra" que se lhe adianta.

Importa realçar que a ultima fotografia é tirada a partir de uma das zonas onde foram registados abundantes vestígios à superfície, ainda em 2003, ano em o sitio foi identificado e os responsáveis pela pedreira informados da sua existência.

Aspecto da paisagem, poucas dezenas de metros mais abaixo...

Marcas recentes da amputação arqueológica levada a cabo no povoado do Porro.

Estractos arqueológicos em corte. Apesar das terras terem sido removidas daqui e o piso aplanado até ao filão geológico (para facilitar as futuras dinamitações), foi possível identificar inúmeros fragmentos de cerâmica manual nos cortes e nas pequenas bolsas de terra, espalhadas por toda a área, que aguardam ainda o transporte para a enorme "montanha", já referida.

A grande maioria dos materiais arqueológicos removidos durante este processo, devem encontrar-se neste caos estratigráfico que se acumula em pirâmide, escassas dezenas de metros para poente, perto do pequeno núcleo de arte rupestre do afloramento do Porro (provavelmente sob a forma de estratigrafia invertida, uma vez que as terras presentes na superfície deste monte são terras de geológico: as ultimas a serem removidas e aqui depositadas).

A destruição de uma possível estrutura negativa (fossa\fosso).

Os limites da "amputação" do sitio, até ao momento.

Alguns dos materiais de superfície, recolhidos em 2003
(Calado, Santos e Carvalho, 2004)

O futuro do povoado do Porro?

Salvem (ou escavem) o Porro, porra!